sexta-feira, 19 de abril de 2013

"Pérolas"

São "pérolas" feitas... Falas características...
Tanta coisa errada...

Você sente preguiça, tem gente que acha graça...
"Pérolas" de sabedoria... Eu ouço muito por aí.
Adornos metafóricos, situações nostálgicas.

Concepção de uma trama... É a vida.
Cores claras, fortes. Cenas num ritmo dinâmico.

A modernidade revigora o raciocínio,
Um ser inerte cá e acolá.
Difícil sustentar o argumento...

Na busca de olhares: revelações!
Seria óbvio demais?
Um universo aparece em “pérolas”.

Dizeres contraditórios, às vezes...
Consistentes, convincentes, absurdos...
O masculino e o feminino se misturam.
O tom é quase intimista,
Um escracho...
Que mundo particular!
A mim foi exposto e eu a todos.
Realidade!

Não apenas a minha e nem a sua,
A dos estereotipados.
Um doloroso tom real,
Tudo “pérolas”!
Como isso poderia acontecer?
Encruzilhada!
Tom indefinido, sutil, nítido...

Tristes e insatisfeitas, pessoas.
 Alguém sabe explicar esse vazio?
É tudo complexo, intrigante... Falsos rigores.
 Rebeldia! Encruzilhada de novo!
Liberdade é sinônimo de que?
 Razões definitivas... O abstrato soaria melhor.
 Muito artístico e poético.
Distorção dos elos, paralelos...

Extremismo egocêntrico... Convicções verdadeiras.
Visão geral do conflito.
O mundo é tão violento...
Virei inconstante e frágil... Alguém sem solução.
Tantos motivos, tantas “pérolas”...

Temores da alma humana: ira, rancor...
Solução... Amor, compaixão...
Dúvidas dentro de mim... De você, do mundo...
São “pérolas”...

5 comentários:

  1. Pois é seu autor tantas coisas que ouvimos e deixamos passar pelo fato de acreditar em "certos" relatos. Chega a ser bizarro e absurdo, isso tem muito aqui na net. Conheço pessoas que vivem na própria mentira que virou costume e confirmam mesmo sabendo que é irreal. É uma patologia os psiquiatras associam a psicopatia dependendo da gravidade dos atos. E dependendo disso nos envolvem na história formando um vício perigoso.

    ResponderExcluir
  2. Patricia Ramos Sodero20 de abril de 2013 00:04

    Pérolas...palavra bonita,né Sr.Autor?Mas,quando transformada em forma de comunicação,torna-se exatamente o lixo que quis expressar.De que adianta termos tantos meios de comunicação,se a maioria só usa para mostrar a depravação do ser humano.Isso é lamentável!Tá certo que devemos respeitar o próximo,em suas diversas maneiras de agir.Mas,perai!Ser obrigada a aceitar essas músicas ridículas,com essas batucadas,onde o sossego e sono das pessoas são atrapalhados,ai,já tem outro nome...falta de respeito mesmo!E isso não se resume somente em músicas,é claro.Basta brincar com o controle remoto da televisão,para vermos os absurdos falados e mostrados.Escutem...é um direito de vocês.Mas,pra vocês!Existem os fones de ouvidos para serem usados! É a mesma coisa em termos de programas...a qualidade está deplorável!São poucos os que podemos classificar como educativos...que passarão alguma informação importante.E os que existem,passam tarde da noite.Você relata muito bem isso,Sr.Autor...na foto que estampa seu texto.Televisão em forma de esgoto.É uma pena que a tendência seja de piorar cada vez mais.Espero que com esse texto,suas leitoras manifestem a importância e a força que os meios de comunicação tem, usados corretamente.E que um dia,isso ainda possa mudar.Difícil, mas não impossível!
    Adorei...mais um belo texto,como sempre!Parabéns...um grande bjo e até o próximo.Do jeito que esse autor está, será muito em breve mesmo...rs.

    ResponderExcluir
  3. "Pérolas" tem vários significados possa ser mídia que em seguida são pessoas de má fé que usam esse meio pra comunicar sandices e caí quem quer. Meios de comunicação deveria ser usado como forma de informação importante mas ao que parece só usam pra escancarar porcarias. É está cada vez mais difícil assistir algo que preste na tv. Mas temos opções desligando economizamos tempo e energia! Adriana.

    ResponderExcluir
  4. Mais um texto inspirado e inspirador. “Pérolas” que muitas das vezes nos fazem descrentes da inteligência humana. Uma nação inteira perdendo seu precioso tempo diante de um televisor, assistindo a mais uma trama, onde o moçinho é recompensado e o bandido de vez em quando, sai ileso, mandando uma “banana” para todo um país. Pessoas capazes de manipular a coerência humana, capazes de jogar idéias distorcidas, mas que serão aceitas por todos,ou quase todos,é claro!
    Maldade,crueldade,cenas de violência e falta de respeito,isso é o que traz o tal do sucesso,isso é o que o povo deseja ver, pois parece que não há mais a crença de que o bem existe, de que o normal é ser honesto... “Pérolas”
    Parabéns Renato! Mais um excelente texto e lá vamos nós refletir sobre tudo isso. Bjus.

    ResponderExcluir
  5. Em muitos momentos é possível ver pessoas envolvidas em coisas tão irreais, onde elas mesmas às vezes acreditam no que falam ou escrevem. Atitudes estas que nos soam diferente aos ouvidos, vemos isso em todos os meios de comunicação. Será que o problema não vem desde tempos primórdios? Há uma sensação de que não existe solução e a população já esta conformada com cada momento, onde um ato certo vira mídia, talvez até porque poucos conhecem a verdadeira essência do ser.

    ResponderExcluir