quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

RENATO RUSSO

    O meu mais admirado xará diria que quando tudo esta perdido sempre existe uma luz.  
    Com profunda emoção e esperança, escrevo aqui as minhas impressões com um tom de nostalgia, ao lembrar de tão lindas palavras musicadas.
      Sabemos que ele foi um grande cara, um grande poeta, mas ele não foi simples, ele teve sabedoria. 
     Uma sabedoria que vem com a vida e dela ele soube extrair cada sensação, fosse adocicada ou amarga.
      Colocou-se na intimidade de cada um de nós como tradutor das emoções e de nossas situações cotidianas com a propriedade única e quase exclusiva de um visionário.
       Imprimiu tanta pureza, tanta sensibilidade e dedicação através de suas letras que acabou tornando-se um transgressor do mais belo sentimento que existe em cada coração, a mais pura sinceridade.
      O tom de franqueza em seu apelo poderia estar por detrás de todas as palavras singelas ou até das mais catedráticas, porém, muito reais, ora cruéis, ora emotivas e extremamente vivas. Claras demais para qualquer um que tivesse uma emoção que não pudesse definir por si só.
      Na melodia básica com a pura harmonia do rock and roll ou de um ritmo hipnotizante, vinha sempre uma mensagem de esperança ou revelação.
      Mesmo nos momentos de arranjos grandiosos e orquestrais a sua marca mais sentida e cativante seria a voz grave e sentimental, a voz de um poeta falando aos jovens do amor juvenil, ou talvez do sentimento de angústia de um amor não correspondido.
       Desfilando em metáforas ou em discurso direto, trazia momentos tão comuns com as situações da vida de cada um de nós. Ele então nos obrigou a pensar em cada ínfimo momento da nossa própria existência recheada de conflitos interiores.
       Seu protesto social era a lâmina passando na ferida dos governantes, sua indignação era o libelo objetivo contra todas as injustiças da desigualdade, era tudo aquilo que gostaríamos de dizer a alguém poderoso. O nosso desabafo em suas palavras reverberavam pelos quatro cantos da cidade e do país. O nosso brado com eloqüência triunfal.
        Ele andou por todos os caminhos nos assuntos que despertavam nosso apego direto ou admiração. Nunca ninguém foi tão contestador sendo inteligente. Podendo atingir a sensibilidade de um analfabeto ou um intelectual aristocrata.
      Dele veio a mais linda frase que uso até hoje como incentivadora da minha vida. E ela diz assim: “Todos os dias quando acordo não tenho mais o tempo que passou..”
     Na verdade este é um grande incentivo ao rumo que posso seguir na vida. Afinal para que serve o ídolo, se não for para que eu siga suas mensagens de esperança e fé?
       Seria muito óbvio eu ficar aqui tecendo elogios, engrandecendo o explendor das composições Eduardo e Mônica e faroeste caboclo como obras de arte admiráveis, ou então realçar que o disco “As quatro estações” foi o álbum com maior número de canções de sucesso.
   Bem... Da sua obra creio que já sabemos, a conhecemos letra por letra, a vivemos como a própria vida de quem a escreveu, a cantamos tantas vezes até ficarmos roucos, a admiramos em verso e em prosa. Ela foi a trilha sonora dos amores que partiram ou das viagens inesquecíveis.
        Cada canção se encaixou perfeitamente dentro de cada situação. Nunca alguém cantou tantas coincidências na vida de tanta gente ao mesmo tempo, como fez Renato.
       Mas, no fundo Renato era um ser inconformado e incompreendido e vem daí tamanha expressão sentimental da euforia inconstante em seu espírito indomável.
        Ele tinha uma tendência suicida sim e tentou isto algumas vezes, mas, era um cara maravilhoso que todos gostaríamos de entender, talvez, até sentar-se ao seu lado e ouvi-lo dizer aquelas declarações emotivas maravilhosas. 
E perceber naquele tom tão justo e melancólico a sua inteligência e astúcia em definir tão bem certas coisas, e então no fim nos revelar de onde vinha tanta dor no coração. Talvez cada um de nós quisesse dar o ombro como consolo ou receber dele esta ação.
        Uma forte identificação com tudo isto ainda faz parte da nossa vida. O clamor daquele homem amante nos torna fortes, o tom emocional do ser apaixonado nos torna cúmplices de cada verdade aonde não existe um amor que seja errado.
         Cada um escolhe o gênero sexual com que quer lidar, escolhe seu próprio caminho, o prazer carnal e a paz de espírito que cabe em si. E foi assim que ele traçou sua breve vida de trinta e seis anos.
       O seu inconformismo lhe trouxe toda a admiração e reafirmou seu carisma como um comunicador de emoções perfeitas. Porém, a trágica magia do destino o levou por caminhos sinuosos na árdua escravidão do vicio pelas drogas e álcool. O ídolo que cantou tão bem as emoções do mais lindo viver, agora estava no lodo, definhado e com vinte quilos a menos, estava ele na maior desgraça da vida que é uma doença incurável. A dança no palco estilo “Jim Morrison”, não era mais sua maior alegria. Tão pouco a demonstração do talentoso artista em apelos positivos ao mais simplório prazer afetivo. As suas palavras e sua voz não tinham mais a antiga entonação do lamento amoroso, agora era o lamento da morte rondando. Foi a entrega e a desistência do bem maior, talvez um trauma por um grande amor que partiu para uma terra distante.   Mesmo triste e debilitado ele ainda teve tempo de fazer um disco em inglês e outro em italiano cantando todas as influências de sua inspiração poética que ia de Bob Dylan a Madonna.
      Seu legado persistirá por anos a fio e as novas gerações continuarão cantando sua música. Os casais juvenis ouvirão suas mensagens de amor eterno e os protestos sociais continuaram presentes como se fossem escritos hoje.
      E eu continuarei na esperança de que em todos os dias que eu acordo não terei mais o tempo que passou, terei muito tempo, todo o tempo do mundo para lembrar-me de seguir em frente, sempre em frente...

21 comentários:

  1. Parabéns pelas sábias palavras! Nunca vi o Renato Russo ser tão bem homenageado, afinal, ele merece por nos presentear com canções fantásticas e letras arrebatadoras!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Lindo texto, lindas palavras, concordo em tudo, o Renato fez parte da minha adolescência e sempre que estou um pouco mais nostálgica e quero resgatar algumas sensações e sentimentos daqueles tempos, são para as minhas favoritas do Legião que eu recorro.
    Mto bem reconhecido o valor da sua contribuição na vida de todos nós.
    abção =]

    ResponderExcluir
  3. Eu estava c/saudades desses posts q vc faz tão bem!!!Renato Russo,eterno,real,atual,maravilhoso!!!Minha geração teve a grande honra de tê-lo como ídolo,as geração após a minha continuarão tendo a honra de tê-lo como ídolo e suas canções continuarão embalando a vida de muitas e muitas futuras gerações!!!Texto impecável,espetacular!!!Amei!!!Tenho certeza q vou ler este post diversas vezes.Bj.

    ResponderExcluir
  4. Não tenho ídolos, mas admiro alguns artistas, e Renato em especial. Sua música como um todo é o mais lindo toque no coração humano. Ele como ninguém soube expressar a sensibilidade aflorada pelos sentimentos mais ocultos.
    Quando você fala de Renato, Renato...podemos perceber que tem muito dele, que se emociona e consegue passar isso em suas palavras tão bem escritas...

    Adoroei o post do meu cantor preferido...

    Beijos carinhosos da Cê

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito das palavras sinceras que postou sobre Renato Russo, ele fez parte de minha adolescência também, e continua fazendo parte da vida dos atuais adolescentes,as músicas dele e ele em si se perpetuaram em nossas mentes, sempre acompanhando os casais apaixonados, ele como tantos outros são inesquecíveis.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  6. Linda Homenagem, o Renato Russo é uma grande expressão da música brasileira.

    ResponderExcluir
  7. Nossa... O que dizer sobre este post, nada... Pois não há mais nada há dizer nem acrescentar...tudo está perfeito, tudo já foi dito, Russo grande poeta, grande homem um ser merencório exclusivamente perfeito...um grande poeta!
    parabéns pelo post amei!

    ResponderExcluir
  8. Renato era um gênio!
    Sua música sempre tão atual,falando tanto aos nossos corações...
    AMO

    ResponderExcluir
  9. Está de parabéns pelo blog e os post, muito legal mesmo. Minha amiga Adriana Resende me indicou e gostei, com certeza vou vou acompanhar.

    ResponderExcluir
  10. Oii..Reanto, realmente esta banda e o compositor e cantor é um ícone que faz toda diferença na historia do rock brasileiro, mto belas as letras e todo o trabalho...e vc esta de parabens..!!Bjus Celia

    ResponderExcluir
  11. O que falar de alguém tão inteligente que colocava em palavras das suas musicas o que muitas pessoas tinham vontade de fazer, de falar mas não tinham coragem, com suas letras de musicas ele deixou muito conhecimento, muita alegrai, muitas lágrimas. Sou fã incondicional deste ser, mesmo ele já ter passado para outra dimensão. Um fato extremamente inesquecível, qdo eu estava grávida do meu filho, escolhi 3 nomes, Gustavo, Felipe e Matheus, decidi que olharia seu rostinho e daria o nome.
    Qdo fui p o quarto e me trouxeram aquele bebe cheio de vida, começou a tocar na TV um musical com Renato então qdo escutei o verso.... Meu filho vai ter nome de santo....não tive dúvidas...olhei e disse bem vindo ao mundo Matheus.....
    Amei tudo isso......lindo texto Sr Autor.

    ResponderExcluir
  12. É realmente ,não a nada mais a acrescentar,vc disse tudo sobre esse cara genial,talentoso,que com suas canções expressava ao mundo o que lhe ia na alma ,no pensamento,fazia com que as pessoas se reconhecesse na música,ele tbm fez parte da minha juventude e hoje em dia quando escuto as músicas,relembro das coisas boas,do que sentia,e uma das músicas dele que mais marcou na minha vida e que é uma das minhas preferidas é TEMPO PERDIDO...Parabéns adorei o texto bjusssss

    ResponderExcluir
  13. Tinha que ser Renato né?rs
    Sou suuuuuper suspeita pra falar de Renato Russo...o cara era o melhor!
    Profundidade é algo para poucos.
    Infelizmente a maioria de nós ainda vive na superficie...sem contato com os próprios sentimentos, dores, alegrias, medos, etc.
    Renato era profundo e melhor, honesto.
    Morreu sabedor de si...foi um heroi!

    Obrigada pelo belo texto.
    Estou de volta, vai lá me visitar...estarei sempre por aqui.
    Bjos

    ResponderExcluir
  14. PATRICIA RAMOS SODERO5 de março de 2012 23:48

    Adorei seu texto e palavras para falar de tudo que Renato Russo representou em suas canções.
    Sempre gostei da forma como expressava seus sentimentos....
    Infelizmente....morreu daquela forma. Mas é eterno em nossos corações!
    Parabéns por neste texto, ter nos ensinado mais sobre ele.
    Bjos.

    ResponderExcluir
  15. Bom não era fã de Renato Russo,mas achava as letras das músicas inteligentes e objetivas,sempre alfinetando a sociedade preconceituosa e infelizmente continua sendo.Um cara que debatia tanto em seus ideais que esqueceu o principal "dele mesmo",triste isso poderia ter sido diferente.Belo texto Renato,bjs!!!Andréa Mariano.

    ResponderExcluir
  16. Usar como tema um ser humano tão especial como Renato Russo só poderia originar um texto lindo como este! Fico imaginando como tudo seria Perfeito se as pessoas tivessem um pouco da sensibilidade, da sabedoria e da consciência q ele tinha!... "Venha, o amor tem sempre a porta aberta, e vem chegando a primavera, nosso futuro recomeça..., venha, que o que vem é Perfeição!" Bjão pra vc, Renato

    ResponderExcluir
  17. Nossa!!!!!!!!!Sou fã desse cara tudo de bom,srsrsr.Parabéns falar de Renato Russo me lembro da minha juventude escutando as músicas lindas que tenho guardado até hoje.Foi muito criticado por não levar uma vida regrada mas e daí ele não era perfeito e sim um ser humano incrível com seus altos e baixos como todos nós temos.infelizmente uma doença o levou dessa terra,mas deixou uma história de vida que poucos tem "talento".Bjs.Adriana.

    ResponderExcluir
  18. Renato Russo,meu ídolo!!!!Tudo de bom esse cara,não tenho palavras que expressem meus sentimentos por ele.Pena que se foi.Mas deixou pro seus fãs suas lindas canções.Mais uma motivação pra sociedade deixar de ser preconceituosa.Um abraço!!!Letícia.

    ResponderExcluir
  19. RENATO RUSSO,BOM POSSO DIZER DO CANTOR ERA UM ÓTIMO MÚSICO SE EXPRESSAR EM SUAS LETRAS TUDO O QUE ACHAVA DA SOCIEDADE PRECONCEITUOSA.MAS NÃO LEVOU PRA SUA VIDA PESSOAL INFELIZMENTE E ACABOU MORRENDO TÃO CEDO VÍTIMA DE UMA DOENÇA INCURÁVEL.PENSO QUE ANTES DE GRITAR PRO MUNDO O QUE PENSA DEVE PRATICAR PRIMEIRO SERIA UM EXEMPLO SE ESTIVESSE VIVO,CONCORDA!!!ATÉ.

    ResponderExcluir
  20. Tudo de bom!!!!!!!!!!Esse era o cara,que quebrou regras de uma sociedade hipócrita,bravo!!!Muito legal da sua parte homenagear esse grande cantor que revolucionou numa época cheia de tabus,apesar que o preconceito ainda continua,mas podemos exigir por lei pois somos cidadãos.Adorei!!!!Abraços.

    ResponderExcluir
  21. Vamos dizer que Renato Russo "batia um bolão" em compôr músicas, que caía bem naquela época, tudo que sentia se expressava cantando, indignado a tantas falhas de uma sociedade mesquinha. Esse sim faz uma falta danada. Adorei Renato.


    Juliana

    ResponderExcluir