segunda-feira, 2 de agosto de 2010

DISCOS QUE MARCARAM ÉPOCA.

              Existem na história da música e mais especificamente no mundo do rock, alguns álbuns clássicos de grupos que nunca foram conceituados como muito influentes ou como ícones, tanto na parte criativa, como na parte de habilidade instrumental dos seus integrantes ou carisma por beleza.
Uma destas bandas em minha opinião é o SLADE. Banda britânica que começou nos anos sessenta e obteve êxito nos anos setenta. Todos os meus conhecidos um dia já ouviram o famoso álbum do SLADE – ALIVE! E Quem não ouviu o álbum na forma física seja no LP ou CD, já tomou conhecimento através da internet ou radio.
Este é um trabalho que defino como a verdadeira alma do rock and roll, aquele estilo de apresentação que começou no distante ano 1954 com Bill Haley.
Muito barulhento, muito gritado, muito cheio de distorção da aparelhagem, muito ritmo e técnica instrumental limitada, porém contagiante.
De 1971 a 1974 o SLADE conseguiu fazer muito sucesso, suas músicas figuraram entre as 10 mais vendidas e tocadas por seis vezes na parada de sucesso do Reino Unido. A banda nunca obteve o mesmo sucesso nos Estados Unidos. Talvez por usar em suas letras expressões tipicamente inglesas, as situações do cotidiano das pessoas simples e dos empregados das linhas de montagem das fábricas. Nos estados unidos a banda QUIET RIOT, regravou CUM ON FEEL THE NOISE, no ano de 1983 e conseguiu chegar ao quinto lugar da parada da Billboard. Algumas outras bandas como o KISS e TWISTED SISTER, reconhecem alguma influência do SLADE em suas músicas.

2 comentários:

  1. Pois é, poucas bandas no circuito das festas de moto clube devem conhecer esta maravilhosa banda inglesa. Esta é uma de minhas banda "de cabeceira" e dificilmente ouço suas musicas tocadas seja na rádio ou em apresentações ao vivo nas festas de motociclístas. Led Zeppelin é muito bom, Deep Purple e Balck Sabbath também mas, a galera deveria tirar as ceras do ouvido emporcalhado e abrir a mente para outros nomes que fizeram muito sucesso a sua época.

    Parabéns Renato pelo blog que tráz de volta e com cheirinho de naftalina, estes grandes sucessos de outrora.

    ResponderExcluir
  2. Olha só, aqui já me sinto mais em casa, curti um pouco desta banda em minha adolescência.
    My oh My (lindíssima), Look Wot You Dun entre outras.
    Foi bom saber um pouco da banda e lembrar velhos tempos.
    Adoreiiiiiii

    ResponderExcluir