sexta-feira, 30 de julho de 2010

LED ZEPPELIN CONSPIRAÇÃO DIFAMATÓRIA

     Hoje estou um pouco bravo.
     Talvez um pouco chateado com tanta notícia em torno da banda LED ZEPPELIN. Uma enxurrada de manchetes na internet, jornais, revistas e até no radio. O processo movimentado pelo cantor Jake Holmes, pedindo direitos autorais pela música DAZED AND CONFUSED.
Isto é notícia velha, muito velha mesmo. Nos anos setenta as revistas e jornais de música da época já noticiavam o fato. Será uma jogada de marketing ou campanha conspiratória contra um dos ícones da história do rock?
Mais de quarenta anos se passaram do tal fato, novas descobertas sobre outras músicas “plagiadas” foram citadas, mais de vinte canções. Ouvindo a gravação original, em algumas até notamos o mesmo “refrão” e o mesmo ritmo.
Vem a pergunta: Será que tais canções fariam o mesmo sucesso? Teriam o mesmo destaque mundial e seriam tocadas por décadas como aconteceu com as gravações do LED ZEPPELIN?
No final dos anos sessenta algumas destas músicas já tinham décadas de existência, a famosa TRAVELLING RIVERSIDE BLUES, canção de Robert Johnson, foi gravada por ele nos anos 30.
Jimmy Page tinha talento, pegou músicas que eram praticamente desconhecidas e as tornou “marcos” da história musical internacional do século vinte.
A discussão se pagou ou não pagou se deu crédito nos discos ou se não deu nada tem a ver com a criatividade e musicalidade da banda.
Fazendo comparações: Stairway to heaven ganhou vários prêmios durante anos seguidos. Se ela foi baseada em TAURUS da banda SPIRIT é outra conversa. Se em WHOLE LOTTA LOVE, existem versos tungados de alguma música de WILLIE DIXON, também é outro papo. Podemos então concluir que todos os estudiosos que se reuniram para premiar a banda pelo seu talento são ignorantes e incompetentes. Nada sabem da história do rock, do blues, da música inglesa ou americana.
É ridículo isto que estão fazendo. Se fosse uma bandinha de garagem que nunca tivesse algo importante, duvido que alguém iria correr atrás para reivindicar cinco notas musicais.
O que interessa mesmo é que os caras do LED ZEPPELIN eram muito criativos e cada um tinha sua marca registrada, Um jeito incomum de colocar a sonoridade dos instrumentos nas músicas. Eles tinham além do talento, carisma e muita habilidade para transformar músicas que não eram tão boas em obras primas. É muito complicado voce pegar algo que não deu certo, dar uma roupagem nova e transformar aquilo em sucesso. Foi o que eles fizeram, não existe comparativo de estilo ou talento. Mesmo quem tentou copiar o LED ZEPPELIN ficou na situação ridícula de ser rotulado, cair no esquecimento ou mudar de fórmula.
Se a gente for ficar aqui procurando tudo que é plágio então nunca ouviremos uma música com prazer e empolgação, porque ao invés disto a gente vai ficar procurando algo para criticar, botar defeito, dizer que não é novo e já ouviu o timbre antes em algum lugar.
Não existe mágica para o sucesso. Alguns são criativos sem sucesso, outros oportunistas e a maioria são apenas produtos produzidos para o consumo em massa. A indústria da música esta repleta disto e interessada em ganhar milhões e milhões, tudo faz parte de um grande negócio, a grande roda da fortuna. É preciso marionetes para divertir o público do circo. É importante ter caras que sabem bem como conduzir seus marionetes, Peter Grant (empresário do Led Zeppelin), Tom Parker (empresário de Elvis Presley), Brian Epstein (empresário dos Beatles), todos estes já morreram, mas foram muito espertos naquela época, todos sabiam das coisas, dos “podres” de cada banda e tudo que poderia vir pela frente, mas mesmo assim insistiram, deixaram para resolver todos os “pepinos” depois, deixaram para outras gerações, outro século. Isto sim é ter noção de esperteza e uma boa receita para fazer sucesso e ganhar dinheiro sem se preocupar com o presente
E assim vai a enorme lista daqueles que puxavam a corda dos bonequinhos e ditavam para que lado eles devessem dançar.
No final das contas se ninguém teve culpa comprovada até agora, é porque alguns foram omissos. E se existe culpa que seja dividida entre réus e vítimas.
Quem saberia quem é JAKE HOLMES no ano de 2010?
Olha ai o marketing de novo. Todo mundo querendo aparecer e ganhar um dinheirinho, afinal a vida esta tão difícil para quem não tem talento e nem inspiração para criar mais do que apenas uma canção. O Sr. Jake teve 40 anos para criar novas canções. Alguém já ouviu falar de alguma?

Um comentário:

  1. O cara deve estar de olho no dinheiro que pode vir disso. já imaginou o que seria ganhar uma parte do direito de algumas músicas do led por todos esses anos???
    e concordo com vc quando a repercussão das músicas. Jamais seria a mesma se não tivesse a voz do plant, as guitarras page, as quatro cordas do jon e a bateria massacrante do bonzo.

    ResponderExcluir